Padme: Últimas Notícias da Semana

É sancionado o Estatuto da Cidadania Padmesa

O Ministério do Interior enviou ao Gabinete do Príncipe Soberano, no início do mês de março, uma proposta de lei, que visava ampliar o Artigo 34 Par. único da lei maior. A Ministra Amélie Loreal, recém-empossada, foi autora da proposta, e comprometida com a democracia padmesa e a carta universal de direitos humanos, expressou no documento belíssimas palavras: “…fiéis aos altos valores históricos morais, culturais, linguísticos e étnicos que unem os cidadãos padmeses, animados do firme propósito de promover o gradual aperfeiçoamento, em todos os planos de suas relações, dos instrumentos e mecanismos destinados a lograr o harmonioso desenvolvimento da Comunidade Padmesa…

No dia 23 de março, após revisão do referido estatuto, Sua Alteza Real aprovou e decretou o regulamento que passou a viger na data de sua publicação. O presente documento é um orgulho para os padmeses, uma demonstração de modernização da sociedade do Estado-Novo, aberta aos novos tempos, e desapegada aos velhos paradigmas.

 Príncipe Soberano se reúne em Sessão conjunta na Mandala de Orientalismo Lusófono

O Príncipe foi convocado a participar de uma sessão conjunto na Mandala de Orientalismo Lusófono, principal fórum governamental voltado aos assuntos pertinentes a Ásia micronacional.

Na sessão, foi apresentada pelo Kfah da Escorvânia, Abbas I uma proposta de constituição do bloco, que vise regulamentar a organização, seu funcionamento, objetivos e outros aspectos formais da organização.

Foi dado provimento positivo a proposta, e os países membros esperam juntos fortalecer seus laços diplomáticos, e fazem votos que o bloco seja um órgão de formalidade, representativo e coadjuvante aos novos ou antigos micronacionalistas que desejam integrar-se a Ásia Micronacional.

 Padme dá início aos trabalhos no Parlamento

No dia 25 de Março, Padme viveu um grande avanço em sua democracia, com um quórum considerável e permitido pela constituição, o país iniciou seus trabalhos do Conselho Supremo.

A cerimonia foi aberta pelo Príncipe Soberano que emitiu uma mensagem de incentivo e responsabilidade aos integrantes da 1ª Legislatura Nacional, nomeado pelo monarca para ocuparem as cadeiras do parlamento.

Espera-se que neste mês de abril, sejam propostas algumas emendas na constituição, e propostas algumas leis que regularizem a segurança e o direito de família, assuntos que se fundem com o novo cenário social do país, que aos poucos tornam-se tradição.

Anúncios